Como a alimentação saudável vai ajudar ao seu filho manter uma boa saúde até a fase adulta

Cuidar da alimentação de uma criança é essencial para que ela possa se tornar um adulto saudável. São os bons hábitos alimentares desde a infância que irão definir como será a saúde desta criança quando ela crescer. Exatamente por este motivo trouxemos a especialista em nutrição, Luma Monteiro, para tirar dúvidas sobre dietas para os pequenos.

De acordo com Luma, o aleitamento materno exclusivo até os seis meses de vida é essencial para o bebê. Muitas mães ficam preocupadas em não dar água, por exemplo, porém se a criança estiver sendo amamentada de três em três horas corretamente, não ficará desidratada e muito menos desnutrida. O leite da mãe é a principal alimentação do recém-nascido.

“Diversos estudos já comprovaram que o aleitamento materno exclusivo até os seis meses de vida do bebê aumenta a imunidade, diminui consideravelmente as chances de desenvolver doenças graves e ainda ajuda a manter o bebê com o seu IMC na medida correta. Os complementos, apesar de serem bons e ajudarem as mamães que não conseguem amamentar por algum motivo, substitui o leite da mãe. Portanto, aqui vai uma dica, amamente até quando puder porque isso vai fazer a diferença na saúde do seu filho”, ressalta Luma Monteiro, da Minha Nutri @minhanutri.

Na fase em que a criança já está se alimentando com papinhas é muito bom que ela esteja comendo legumes, verduras, proteínas e frutas da forma mais natural possível. Mas, sabemos bem que a maioria das mamães trabalha fora e não tem muito tempo para cozinhar. Nestes casos, é importante escolher uma papinha que tem o compromisso de cuidar das crianças.

O Empório da Papinha, @emporiodapapinha, por exemplo, possui produtos preparados com ingredientes orgânicos que, além de mais saborosos, são cultivados sem agrotóxicos, adubos artificiais ou modificações genéticas. São economicamente sustentáveis, pois preservam os recursos naturais, estabelecendo o equilíbrio entre a natureza e o homem.

Não existe nenhuma adição de conservantes, corantes ou estabilizantes nas receitas e elas são ultracongeladas para não perder o sabor e nem as propriedades nutritivas. O Empório da Papinha tem um cardápio completo com todos os grupos de alimentos recomendados para uma alimentação saudável, equilibrada e balanceada.

Segundo a nutricionista Luma Monteiro, quando um alimento que é industrializado e possui conservantes para aumentar a vida de prateleira dele, traz consigo uma quantidade muito grande de sódio ou glutamato monossódico, que é um tipo de conservante que realça o sabor dos alimentos e pode provocar diversas doenças cardíacas, bem como aumento da pressão arterial.

“O ideal é que as mães usem alimentos orgânicos na papinha de seus filhos porque quando uma alimentação é feita de maneira correta desde cedo vai ajudar ao seu filho ter mais disposição e energia até mesmo para praticar atividades físicas, não ficar sedentário e o mais importante de tudo é que ele não se tornará um obeso, pois sabemos bem que a obesidade infantil é uma doença epidêmica confirmada pela Organização Mundial da Saúde. Quanto mais pudermos cuidar da alimentação das crianças desde a primeira infância, melhor para eles, pois se tornarão adultos conscientes do que estão comendo e mais saudáveis”, revela a especialista.

Rogério Minotouro dando papinha ao Roger.

Sedentarismo x Artes Marciais:

A partir dos quatro anos uma criança pode iniciar uma vivência nas artes marciais. Quando elas recebem uma alimentação correta desde a amamentação, mais chances de elas estarem aptas a participar de aulas como o muay thai, judô e jiu-jitsu de uma maneira mais completa, pois como elas serão crianças saudáveis, não terão problemas como excesso de peso para perder ou não desenvolverão doenças que as impedirão de praticar.

Na Team Nogueira, a metodologia Kids ajuda as crianças que estão em obesidade infantil a emagrecerem e a se alimentarem melhor, os profissionais e mestres são altamente capacitados para auxiliar a estas crianças a fim de que elas possam reverter esta situação para que não se agrave ainda mais na fase adulta.

“Os pequenos que já estão em obesidade precisam procurar um nutricionista para receitar uma dieta que vai ajudar a eles a emagrecerem sem que haja perda de nutrientes importantes, inclusive para que eles possam manter a energia e a disposição nas atividades físicas. O ideal é procurar um especialista de confiança para que ele possa aliar as práticas das artes marciais com uma alimentação saudável”, avalia Luma Monteiro.

Venha conhecer a nossa metodologia e faça 3 dias de Free Pass gratuitos em qualquer franquia Team Nogueira.

 

 

administrador