Por que mulheres na menopausa devem praticar atividades físicas regularmente? Descubra aqui:

Por que mulheres na menopausa devem praticar atividades físicas regularmente? Descubra aqui:

A menopausa é um período pelo qual todas as mulheres passarão na vida. Este momento acontece logo após a última menstruação espontânea. Não há uma idade correta para a menopausa, podendo variar de mulher para mulher. No entanto, pode ocorrer entre os 45 e 55 anos e, com isso, muitas transformações no organismo feminino se dão, entre elas o aumento de peso e agravamento de algumas doenças.

Nesta fase da vida, o enorme desequilíbrio hormonal que a mulher sofre afeta sua silhueta física, seu metabolismo, sua psique e acaba comprometendo suas relações sócio-afetivas. Não era de estranhar que tudo isto se refletisse no peso. A grande maioria se sente desmotivada, infeliz, tende a parar de administrar a balança, sua alimentação e diminui a atividade física, de acordo com o endocrinologista Dr. Paulo Mario F de Oliveira.

Sintomas da menopausa:

  • Ausência da menstruação
  • Aumento de peso
  • Ressecamento vaginal (secura)
  • Ondas de calor
  • Suores noturnos
  • Insônia
  • Diminuição no desejo sexual
  • Diminuição da atenção e memória
  • Perda de massa óssea (osteoporose)
  • Aumento do risco cardiovascular;
  • Alterações na distribuição da gordura corporal
  • Depressão
Conheça o programa de emagrecimento Ladies Camp e revigore a saúde do corpo e da mente!

 

Sendo assim, é importante que durante este período, as mulheres continuem focadas na alimentação e na prática de atividades físicas, como o Ladies Camp, por exemplo, que é um programa de emagrecimento exclusivo para mulheres que possui um circuito funcional inspirado no modelo boot camp norte americano com alguns movimentos de artes marciais. Além de, é claro, acompanhando nutricional que vai ajudar na perda de peso com saúde.

Sem contar que todos estes sintomas descritos acima poderiam ser minimizados e até mesmo eliminados com atividades físicas regulares, pelo menos três vezes na semana. Veja aqui as dicas do endocrinologista Dr. Paulo Mario F de Oliveira sobre os alimentos que as mulheres devem privilegiar durante a menopausa e quais se devem evitar para aumentar a sua saúde e disposição durante a prática de exercícios.

 Que tipo de alimentos as mulheres devem evitar após entrar na menopausa?

Alimentos ricos em gordura animal, carnes de vísceras e órgãos, embutidos, alimentos processados e o excesso de sal devem ser evitados pelo aumento do risco cardiovascular. Nesta fase, a mulher perde seu principal aliado, o estrogênio, que tem um papel protetor do sistema cardiovascular.

Além disso, deve ter bastante preocupação com a manutenção de um peso adequado dentro de uma dieta saudável. O excesso de peso acentua o desconforto físico causado pelas ondas de calor conhecidas como fogachos característicos da menopausa.

Quais alimentos as  mulheres devem privilegiar em sua dieta?

Em sua composição, a soja contém substâncias denominadas de isoflavonas que têm uma estrutura molecular semelhante aos estrogênios. Assim, estas substâncias quando ingeridas, na forma de óleos comestíveis, shoyu, ou mesmo concentrado em cápsulas manipuladas farmacologicamente, podem diminuir os sintomas desagradáveis da menopausa.

Os carboidratos complexos e ingeridos com fibras encontrados nas frutas in natura e nos grãos integrais são muito bem vindos. Ajudam na manutenção do peso e previnem doenças como diabetes e aterosclerose. Molhos a base de shoyu e o uso de óleos de soja, girassol ou canola no preparo de alimentos também é aconselhável. O azeite extra virgem sem menor dúvida é a melhor gordura vegetal que pode ser utilizada no preparo e no tempero de alimentos.

Em relação ao shoyu, como tem um teor de sal elevado, é recomendável usar a versão light. Além disso, a falta de estrogênio tende a modificar o perfil de gordura da circulação, diminuindo o colesterol bom e, em menor proporção, aumentando o ruim. Assim, alimentos ricos em Ômega 3, como peixes tipo salmão e sardinha que podem facilmente ser incorporados a nossa dieta, são recomendáveis.

Um sintoma que as mulheres costumam reclamar muito no consultório do Dr. Paulo é a sensação de inchaço e sempre perguntam ao especialista se existe um alimento ou bebida que ajuda a desinchar o corpo. Para o endocrinologista, “a sensação de inchaço que a maioria das mulheres se queixam nesta fase da vida dizem respeito principalmente as modificações apresentadas na distribuição da gordura corporal. A gordura abdominal se acentua trazendo uma sensação muito desconfortável e esteticamente desagradável. A linda silhueta feminina aos poucos se modifica. Mais do que diuréticos, é imprescindível manter um peso adequado para a altura. Os chás reconhecidamente diuréticos são o verde, de hibisco e de gengibre com canela”, explica.

Dentro das aptidões físicas e gostos individuais, qualquer atividade física é saudável. Dependendo do objetivo, aquelas com mais gasto energético estão indicadas para quem precisa perder peso. O Ladies Camp, por exemplo, em uma hora de aula ajuda a gastar cerca de 1.500 calorias.

Vale lembrar também que nessa fase, as mulheres devem fazer consultas com regularidade com outros especialistas além do ginecologista. Levando em consideração todos os sintomas citados, se faz necessário que elas procurem um endocrinologista, um cardiologista e um psicólogo, se necessário. Afinal de contas, devido à diminuição do metabolismo, pode ocorrer além do aumento de peso, o aumento do colesterol e da pressão arterial.

Conheça o programa de emagrecimento Ladies Camp e revigore a saúde do corpo e da mente!

administrador