CRÔNICAS: Virtudes do Bushido: O caminho do guerreiro depende de como o mestre conduz o discípulo

CRÔNICAS: Virtudes do Bushido: O caminho do guerreiro depende de como o mestre conduz o discípulo

Quando você começa a praticar artes marciais é envolvido por uma atmosfera de virtudes que, por muitas vezes, nem estamos acostumados a viver de uma maneira tão latente. Mas, depois que você começa a frequentar o dojô percebe que estes atributos estão entranhados no tatame de tanto que é ensinado de uma maneira muito natural pelos mestres aos seus alunos.

Outro benefício proporcionado pelas artes marciais é o conhecimento de palavras e terminologias de outros países, como o Japão, por exemplo, berço de muitas artes marciais praticadas em todo o mundo. Entre esse profundo autoconhecimento e aprendizado de novas palavras e predicados, eu poderia destacar as sete virtudes do Bushido.

Bushido também foi uma palavra nova que aprendi e que significa “caminho do guerreiro”, uma espécie de código de conduta que todo praticante de artes marciais deve seguir. Um conceito bastante semelhante ao cavalheirismo no sentido de exprimir honra, ou seja, uma boa conduta de um ser, independente do gênero ao qual ele possa vir a pertencer.

Foucault em As Palavras e As Coisas diz que “impossível não é a proximidade das coisas, mas o próprio lugar onde poderiam ser vizinhas” e tentando fazer uma alusão ao pensamento do filósofo para no âmbito das artes marciais, podemos entender que não é a mera abundância de virtudes acumuladas no dojô que vai construir as pontes necessárias para que tais virtudes sejam introduzidas no caráter de alguém. Mas, sim como o mestre vai te conduzir a esta apreensão. Sendo assim, o mestre é o elo entre você e estas virtudes, ele é a ponte que você vai percorrer durante o caminho do guerreiro.

Então, quais seriam estas virtudes? As virtudes do Bushido são o Gi, Rei, Yu, Meiyo, Jin, Makoto e Chu.

Gi – Honestidade

Ser honesto em todas as suas relações, crer que a justiça é uma autêntica virtude de um samurai em que só pode existir o certo e o errado e isto ser o guia para os julgamentos que for fazer de si próprio durante toda a vida.

Rei – Respeito

O verdadeiro samurai não tem motivos para mostrar a sua força. Você não é respeitado somente pelo o que você sabe sobre artes marciais, mas também pela forma como você trata a todas as pessoas.

Yu – Coragem Heroica

O guerreiro precisa ter uma coragem heroica porque é isso que esperam dele. Substitua o medo por respeito e cautela e viva a sua vida da maneira mais adequada.

Meiyo – Honra

Honrar o que fazemos, o que falamos e ter a consciência de ser u juiz de si mesmo, ou seja, as escolhas que você faz reflete em quem você é. Você não pode se esconder de si mesmo e a sua honra é insubstituível.

Jin – Compaixão

O samurai se torna ágil e forte durante seus anos de treino, porém suas habilidades são usadas somente para fazer o bem, se defender e ter compaixão para com o próximo.

Makoto – Honestidade e Sinceridade

A palavra de um samurai é tudo o que ele tem. Ser honesto e sincero em exatamente tudo é essencial para a vida de quem pratica artes marciais. Mentir é um ato covarde e desonroso, portanto não faz parte da conduta de um samurai.

Chu – Dever e Lealdade

Um verdadeiro samurai é fiel e mantém seus princípios acima de tudo. Ele tem um dever para com as pessoas que estão sob seus cuidados, logo as suas ações pertencem a você e elas representam quem você é.

Diariamente eu vejo vidas sendo mudadas dentro do dojô da Team Nogueira. Pessoas e amigos queridos que saíram de estados depressivos, viciosos e compulsivos em todas as esferas imagináveis. Todos os dias eu vejo uma pessoa narrando a sua história de superação e tudo isso tem a ver com os benefícios que as artes marciais fizeram em suas vidas.

Quando eu falo que praticar artes marciais tem um significado e uma emoção diferente, algumas pessoas acham que eu estou defendendo o produto do meu trabalho, mas a verdade é que eu também fui surpreendida por este sentimento coletivo proporcionado pelos mestres e professores da Team Nogueira.

Os mais místicos poderiam dizer que são os espíritos ou almas de grandes samurais abençoando uma casa justa e legal para com seus alunos. Os mais céticos, no mínimo, hão de concordar que não são somente técnica e metodologia que compõem as grades das aulas, há valores intrínsecos que nos fazem seres humanos melhores.

**Tamyris Torres é jornalista, assessora de imprensa da Team Nogueira. Pós graduada em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte.

administrador